side-area-logo

Como proceder ao passar pela Imigração no aeroporto

Como proceder ao passa pela imigração no aeroporto? Confira o passo a passo em 4 dicas:

 

Esse é um dos mais importantes temas para quem está planejando viajar para fora do Brasil. É um momento que gera inúmeras dúvidas e inseguranças na maioria dos viajantes.

Tenha em mente que a função da imigração é proteger o país e seus cidadãos.

1 – Para que serve essa etapa ao entrar e sair num país estrangeiro?

Assim como você passou pela Imigração quando saiu do Brasil, (mesmo que você não tenha nem ao menos percebido isso), e passará novamente quando retornar, você precisa passar pelo controle de imigração de outro país.

Essa pequena entrevista na entrada e saída em território nacional ou estrangeiro, existe para que o país que o está recebendo tenha ciência de sua entrada e principalmente, investigue sua verdadeira intenção de viagem. A Imigração tem a responsabilidade de prezar pelo bem-estar da população do país em questão. Portanto, estar preparado e bem orientado para esse momento é essencial para que sua viagem não seja frustrada.

2 – O que fazer quando chegar no aeroporto do país de destino?

Você verificará que todos caminharão em direção aos guichês da imigração e, geralmente você encontrará placas ou funcionários no caminho que informam para onde deve direcionar. Em geral, a imigração está posicionada um pouco antes das esteiras de malas.

Ao chegar, você verificará que há diversos guichês disponíveis e geralmente duas filas, uma no geral descrita como: “Visitor” e a outra como “Citizen”, se você não for cidadão do país, dirija-se a primeira fila. Quase sempre você encontrará pessoas que organizam esse momento e direcionam cada pessoa a um guichê especifico. Siga as orientações.

É bem provável que encontre funcionários que falem Inglês ou espanhol, portanto, mesmo que não fale a língua, fique calmo e procure observar o que as outras pessoas estão fazendo e o que estão falando. É bem provável que se você estiver em um voo saindo do Brasil, outros brasileiros também passarão pela imigração, então não tenha medo de pedir auxílio com essa etapa.

3 – Quais os documentos que devo ter em mãos?

Você precisará ter consigo:

– Passaporte válido (geralmente a validade do seu passaporte deve ter no mínimo 6 meses);

– Passaporte onde você possua a etiqueta do seu visto;

– Passagens aéreas de volta ao seu país;

– Reservas de hotel ou endereço de hospedagem.

– Documentos que comprovem sua intenção de viagem – Podemos adicionar diversos documentos aqui. Se você for um estudante, você deverá levar com você a carta de aceite oficial que cada país utiliza (O I-20 para os Estados Unidos, o E-COE para a Austrália, o CAS para o Reino Unido e etc). Caso sua viagem seja a negócios e participará de congressos, feira ou reuniões, lembre-se de levar com você os documentos que comprovem inscrição ou carta convite dessa empresa que irá recebe-lo).

– Carta convite – Essa carta é importante e imprescindível se você pretende ficar hospedado na casa de amigos e familiares. (Entre em contato com a nossa equipe para entender melhor o conteúdo dessa carta).

– Dinheiro em espécie, cartão de crédito e Travel Money, que demonstre condição suficiente para se manter durante o período pretendido.

– Formulário I-94 (Saiba mais sobre ele e como preenche-lo nesse POST).

Apesar de recomendarmos que tenha esses documentos em mãos, você não deverá entregar nenhum documento que não for solicitado ao oficial.

4 – Quais são as perguntas feitas pelo oficial de imigração?

As perguntas podem variar de acordo com cada oficial e intenção de resposta. Lembre-se, manter a calma e a tranquilidade nesse momento, é importantíssimo, garantirá que você tenha clareza ao responder as questões.

Perguntas comuns: Qual sua profissão? O que pretende fazer aqui? Quanto está trazendo de dinheiro para essa viagem? Quanto tempo pretende permanecer? Onde ficará hospedado?

Depois de responder as questões, o oficial checará no sistema dele, se não fora encontrado nada de ilegal em suas malas, estando tudo bem, ele solicitará que forneça suas digitais no identificador de impressões digitais. Ele lhe orientará nesse momento. Após essa etapa, ele carimbará seu passaporte com o tempo de permissão de estadia. Lembre-se, é esse oficial que determina e permite o tempo desejado ou não de estadia, mesmo que em seu visto exista um prazo maior ou menor, você deverá considerar para a estadia, o tempo que esta carimbado em seu passaporte.

É importante frisar que, se caso suas respostas não sejam suficientes para transmitir segurança ao oficial com relação às suas intenções, ele poderá solicitar que você seja direcionado a uma sala com uma nova entrevista e mais perguntas. Se isso acontecer, fique calmo. Se você deixar claras as suas intenções, será liberado e poderá prosseguir com sua viagem. Caso o oficial não se sinta completamente seguro, poderá ocorrer a deportação, onde o viajante retorna ao seu país de origem.

Seja claro e objetivo em suas respostas, evite assuntos pessoais ou longas explicações. Mentiras são completamente desaconselhadas. Tenha em mente que cada visto lhe dá uma permissão especifica, portanto, se pretende exercer ou usufruir de uma permissão a qual você não possui, certamente você terá problemas, seja na imigração, enquanto no país ou em uma outra oportunidade que pretenda visitar aquele país ou outros. Portanto, saia do Brasil com a documentação e visto apropriados para sua intenção de viagem. Certamente isso tornará sua entrada na imigração, agora e em todas as outras oportunidades, muito mais tranquila.

Recommend
Share
Tagged in
Leave a reply